Destacar, na atualidade, a contribuição do campo linguístico em relação à problemática cognitiva, entendendo que a reflexão sobre cognição deve estar presente na paisagem teórica e metodológica da Linguística.

 

Identificar o tipo de inserção da linguística na agenda atual dos estudos sobre cognição e processos afeitos a ela, salientando a transversalidade da discussão teórica e metodológica no campo da ciência da linguagem e das ciências da cognição.

 

 

Aprofundar vetores epistemológicos interdisciplinares promissores no campo das ciências linguísticas ,das neurociências, das ciências cognitivas e das ciências sociais.

Discutir a coexistência de velhas e novas categorias de análise da teorização linguística frente à problemática cognitiva.

 

Dentre as categorias teóricas e temas mais relevantes com os quais a área enfrenta a discussão sobre cognição, podemos apontar: metáfora, referenciação, sociabilidade e cultura, Aquisição, desenvolvimento e processamento da linguagem, processamento de informação, contextualização, metalinguagem, gramáticas de construção, processamento textual, multimodalidade, competência relativamente à linguagem, funcionamento cerebral e interação, corporeidade, práticas discursivas, modelos cognitivos, tecnologia, Ensino/Aprendizagem de Línguas Estrangeiras.

 

 

Divulgar e colocar em relação conhecimentos derivados dos grupos e linhas de pesquisas aos quais estão vinculados os membros do GT.

Por Chris Fiorio                                                                                                           2019

  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon